Pular para o conteúdo
Voltar

Seadtur participa da maior feira de turismo da América Latina

O evento acontece entre os dias 6 e 8 de outubro, na capital cearense
Viviane Moura e Leticia Pereira | Sedec-MT

- Foto por: Sedec-MT
A | A

A Secretaria Adjunta de Turismo (Seadtur), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec), participa da Abav Expo 2021, maior feira do segmento turístico da América Latina, que acontece de 6 a 8 de outubro na cidade de Fortaleza, no Ceará.

Neste ano, o evento acontece de forma híbrida e reúne toda a cadeia turística em um momento de fortalecimento e preparação para a retomada do setor. A plataforma digital integra todas as ações e os atendimentos em tempo real. Os encontros de negócios e os atendimentos das marcas estarão disponíveis durante todo o horário da feira, via chat.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, o objetivo da secretaria no evento é fomentar o turismo no Estado. “Nós decidimos colocar um estande na Abav para alavancar o mais rápido possível a economia do setor turístico que foi tão abalada durante a pandemia da Covid-19. Já temos percebido um movimento de recuperação do turismo regional e, agora, queremos abrir o Estado para a volta do turismo nacional e internacional”.

O secretário adjunto da Seadtur, Jefferson Moreno, cita a importância da participação de Mato Grosso na feira internacional. “Esta ação faz parte do nosso planejamento de retomada do turismo. Participar de feiras importantes como esta é um passo necessário para que o turismo mato-grossense consiga retomar sua magnitude o mais rápido possível”.

Com estande próprio, a Seadtur busca proporcionar um ambiente favorável à divulgação das modalidades turísticas existentes em Mato Grosso, a exemplo do turismo de aventura, ecoturismo, turismo de pesca, etnoturismo e turismo de observação.

O presidente da Abav, Omar Canavaros Júnior, destaca a relevância da feira para o turismo brasileiro. “Temos a presença de praticamente todos os estados do Brasil, operadoras de viagem e vários países participando. Isso representa a retomada de um setor que sofreu muito durante a pandemia e acreditamos fortemente que em 2022 que o turismo vai explodir no Brasil”, conclui.