Pular para o conteúdo
Voltar

Metamat contará com dois equipamentos próprios para perfuração de poços artesianos

Ao todo serão investidos R$ 6,1 milhões, com recursos do Governo do Estado e de emendas parlamentares
Viviane Moura | Sedec-MT

Metamat
A | A

A Companhia Mato-grossense de Mineração (METAMAT) irá dispor de duas perfuratrizes próprias a partir de janeiro de 2022. Os equipamentos, de alto custo, utilizados na perfuração de poços artesianos, serão adquiridos graças à liberação de emendas parlamentares e a contrapartida do Governo do Estado. Ao todo serão investidos R$ 6,1 milhões.

De acordo com o presidente da Metamat, Juliano Jorge Boraczynski, esse é um grande avanço para o setor de mineração do Estado, que se tornou possível com as emendas dos senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes. “Agradeço muito o empenho dos senadores Jayme e Wellington por destinar recursos na ordem de mais de R$ 4 milhões para a Companhia. Assim como, ao governador pela contrapartida de R$ 1,5 milhão que injetou na Metamat. Ter os nossos próprios equipamentos vai dar uma acelerada na perfuração de poços artesianos. Também vamos reduzir o tempo de espera das solicitações, o custo com contratação de maquinário e pessoal e teremos mais estrutura”, ressalta.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, enfatiza a importância dos recursos direcionados à Metamat. “Nós, enquanto Governo do Estado, agradecemos muito o apoio da nossa bancada pelos recursos destinados à Metamat. Eles serão usados para comprar perfuratrizes que vão ajudar quem mais precisa, àqueles que necessitam de água. Obrigada senador Jayme e Wellington, esses recursos vão propiciar o desenvolvimento econômico do Estado”, pontua.

Atualmente a demanda de poços artesianos ao Estado chega a 900 pedidos.