Pular para o conteúdo
Voltar

Público aprova iniciativa da Sedec de incentivo ao empreendedorismo

Todos os adjuntos e presidentes de autarquias ligados à Sedec tiveram a oportunidade de falar diretamente com o cidadão de Alta Floresta e região
Eliana Bess | Sedec-MT

- Foto por: Eliana Bess/Sedec-MT
A | A

Uma ação que veio para suprir a necessidade do Governo do Estado de se aproximar da população. Com esta afirmação, o empreendedor Marcelo Bazílio resumiu a iniciativa desenvolvida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT), em Alta Floresta (800 km ao Norte de Cuiabá), na quinta-feira (08.06). O evento, denominado Caravana do Desenvolvimento, ocorreu paralelo à programação da 7ª edição da Caravana da Transformação. Composta por palestras objetivas sobre cada área de atuação que compõe a Sedec, ou seja, pelas secretarias-adjuntas e autarquias, a ação superou as expectativas.

“Nosso objetivo foi, primeiro dizer o que o Governo pensa e o que está fazendo na área do desenvolvimento econômico, mas também para discutir essas áreas com a comunidade local. O projeto-piloto na Caravana serviu como um termômetro para fortalecermos a ideia e permanecer nas demais edições”, pontuou o secretário-adjunto de Empreendedorismo e Investimento da Sedec, Leopoldo Mendonça.

“Essa linguagem em nível de Estado em ação conjunta com entidades parceiras vem sanar as informações que a gente não tem acesso. Um exemplo mostrado é a área de turismo de Alta Floresta, que não é tão evidenciada em Mato Grosso. Vimos a explanação do secretário-adjunto de Turismo, Luis Carlos Nigro, de que as empresas precisam se articular e observar o contexto. Precisam integrar essa rede, falar a mesma língua, a língua dos interesses comuns”, frisou Marcelo, que trabalha com pesca esportiva nas cidades de Paranaíta e Apiacás.

A vendedora autônoma Maria Aparecida da Silva, acompanhada do esposo Geraldo Pedroso, do ramo de confecções, também saiu satisfeita do evento. “Não conhecia a amplitude do trabalho realizado pela Sedec. Pude conhecer mais sobre a atividade empresarial”, revelou. Maria disse que está buscando uma linha de financiamento junto à Desenvolve MT para ampliar sua atuação na região, com a aquisição de mercadorias.

Além de comerciantes e empreendedores individuais, vários estudantes universitários acompanharam as palestras. Um deles arriscou uma pergunta ao secretário-adjunto de Agricultura, Alexandre Possebon, sobre o fato de os grãos, que antes saíam do estado via região Sul e que agora começam fazer isso por outro caminho, pela região Norte.

Um cenário que, segundo Possebon, tem apelo comercial e tem um fator importante para a região, pois isso ocorre devido ao baixo custo na logística do transporte. “É uma tendência no mercado, ou seja, a viabilização por onde os custos sejam mais vantajosos, além de estimular o desenvolvimento”.

A programação contou ainda com palestras de Miriam Haddad, representando o adjunto de Indústria e Mineração da Sedec, Lucas Barros, e os presidentes da Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat), Gercimira Rezende, e da Desenvolve MT, Mário Milton.

Prestigiaram a Caravana do Desenvolvimento o diretor presidente da Central de Abastecimento de Mato Grosso (Ceasa-MT), Baltazar Ulrich; a secretária de Desenvolvimento de Alta Floresta e presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade, Elza Maria Lopes; o superintendente Regional do Banco do Brasil, Marcos Paulo Bankow; e o gerente geral do Banco do Brasil de Alta Floresta, Arilson Silva de Oliveira; o gerente da Agência Sebrae de Alta Floresta, Alexandre Cavalcante; e a diretora de Assuntos da Amazônia Mato-grossense, Rosilda Dias Dalla Riva. Os agentes de crédito dos Centros de Atendimento Empresarial (CAEs) de Paranaíta e de Alta Floresta também acompanharam as atividades.

Resultado

Os participantes foram instigados a não deixarem de buscar capacitação para melhorar os negócios, pois isso atrai clientes. No caso do turismo, foram incentivados a fortalecerem os conselhos (municipal e estadual), tendo em vista que uma vez fortalecidos se tornam atuantes e determinam as demandas para a administração pública.

As linhas de financiamento disponíveis pela Desenvolve MT também foram abordadas, assim como os recursos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) empresarial e rural. Na ocasião, despertaram interesse do público, que buscará mais esclarecimentos no espaço da Sedec, na Caravana da Transformação, nos dias 09 e 10.

Outro tema foi sobre a importância de estar formalizado para atuar no mercado, uma vez que as oportunidades se ampliam. “Apresentaram o kit completo, mostraram como desenvolver, como fazer e onde buscar fontes”, resumiu o secretário de Administração de Alta Floresta, Rui Fonseca.

Diante do resultado, os gestores da Sedec se preparam para manter a ação nas demais Caravanas da Transformação e, assim, expandir o conhecimento entre os mato-grossenses.