Pular para o conteúdo
Voltar

Conselho aprova destinar parte do Fundeic para fomentar micro e pequenas empresas

Milena Silva | Desenvolve MT

- Foto por: Desenvolve MT
A | A

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Empresarial (Cedem) aprovou durante reunião ordinária, nesta terça-feira (27.02), a alteração da aplicação dos recursos provenientes do Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso  (Fundeic). A proposta prevê que 10% do total arrecadado pelo Fundo sejam destinados à capitalização da Agência de Fomento Desenvolve MT. A proposta de alteração vai ser encaminhada para que seja discutida pela Assembleia Legislativa.

De acordo com o Projeto de Lei, a aplicação dos recursos na Agência deverá ser feita a cada seis meses com base na arrecadação do semestre anterior até o limite do capital subscrito. “Além disso, devem ser oferecidos como recursos reembolsáveis no financiamento de projetos de capital de giro. Essa modalidade é fundamental para que as micro e pequenas empresas possam investir na compra de matéria-prima, formação ou reposição de estoque e despesas administrativas”, analisou a diretora de Desenvolvimento e Crédito da Desenvolve MT, Anne Cristine Siqueira.

Outro ponto positivo da alteração do dispositivo é que, com o aporte de capital, será possível solicitar recursos de outras fontes, como, por exemplo, do Banco do Brasil, Fundo Constitucional de Financiamento do Centro Oeste (FCO) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), dentre outras instituições, para operações de crédito. Para o presidente do CEDEM, Carlos Avalone, essa alteração gera impactos diretos nas vidas dos pequenos e micro empresários, que dependem de fluxo de caixa para poder se manterem ativos. “Capital de giro é quase um a mantra da classe empresarial”, pontuou.  

Com juros de 6,43% ao ano, com bônus de adimplência de 25% sobre os juros, a modalidade oferece carência de 24 meses, além de 60 meses para pagar. A partir deste aporte de capital, a Desenvolve MT avança no cumprimento de sua missão, que é o fomento da economia local. “É preciso reconhecer a sensibilidade e o apoio do nosso governador Pedro Taques em relação a alteração. Este cenário é relevante para o estimulo ao desenvolvimento sustentável, bem como à geração de emprego e renda, modernização das estruturas produtivas, aumento da competitividade e diminuição das desigualdades regionais. Ganha com isso toda sociedade matogrossense”, concluiu o presidente do Desenvolve MT, José Adolpho Avelino Vieira de Lima.